METODISTA
CENTRAL DE LONDRINA

A primeira Igreja evangélica a se instalar em Londrina foi a Igreja Metodista Central, em 4 de Dezembro de 1.933.

Saiba Mais

CONHEÇA NOSSOS
PASTORES

Atualmente a Igreja Central conta com três pastores, conheça um pouco mais de cada um deles...

Saiba Mais

CONHEÇA OS
MINISTÉRIOS

Conheça todos os ministérios da Igreja Metodista Central de Londrina.

Saiba Mais

Últimas Notícias Metodista

15 Jul

Cantina Missionária - Barco Hospital

A equipe do Barco Hospital está vendendo lasanha pré-assada

Leia Mais
15 Jul

01 à 03 de Setembro - Encontro com Deus

Se você já fez o Encontro, Reencontro, está em um grupo de discipulado e gostaria de trabalhar como laranjinha

Leia Mais
15 Jul

Homem ao Máximo – Início em Julho

Iniciaremos novas turmas do Curso Homem ao Máximo, será nas terças, quintas e domingo

Leia Mais
15 Jul

Barco Hospital – Missão Amazônia

Colabore realizando doações dos itens descritos

Leia Mais

Interativo

Acompanhe as mídias interativas da Metodista Central de Londrina

Vídeo institucional da Igreja Metodista Central de Londrina

Conheça um pouco mais da história da Igreja Metodista Central de Londrina​. Compartilhe para mais pessoas possam conhecer. Caso você não seja membro e não participe de nenhuma igreja, estamos de braços abertos para te receber, será uma imensa alegria te acolher. Fica o convite, venha participar conosco em um dos nosso cultos, esperamos vocês.

Ver todos

COMECE PELO PRINCÍPIO

“18 Quando Jesus estava entrando no barco, aquele que antes estava possuído pelos demônios pediu com insistência que Jesus o deixasse ficar com ele. 19 Jesus, porém, não o permitiu; ao contrário, ordenou-lhe: Vá para casa, para os seus parentes, e conte-lhes tudo o que o Senhor fez por você e como teve compaixão de você. 20 Então ele foi e começou a proclamar em Decápolis tudo o que Jesus lhe tinha feito; e todos se admiravam” (Marcos 5.18-20).

Ao reconhecermos Jesus Cristo como nosso único e suficiente Salvador e Senhor, recebemos nova vida, pois a palavra de Deus nos diz que quem tem o Filho de Deus tem a vida eterna. Somos lavados, remidos, justificados, pois pela graça somos salvos (Ef. 2.8).

Contudo, esse é só o primeiro passo da caminhada com Cristo. A partir daí que somos comissionados a proclamar, anunciar, a testemunhar tudo que temos visto, ouvido e vivido com Jesus. Afinal, Deus nos ama e enviou o seu Filho ao mundo para que o mundo fosse salvo por Ele (Jo. 3.17).

No texto de Marcos 5.1-20, temos o relato da cura do endemoninhado geraseno, logo que Jesus e os seus discípulos descem do barco, um homem possuído de espírito imundo veio dos túmulos ao encontro deles. Esse homem vivia nos túmulos, e ninguém podia prendê-lo nem mesmo com correntes porque as quebrava e despedaçava. Era um homem que andava sempre de dia e de noite, gritando entre os túmulos e pelos montes ferindo-se com pedras.

O texto não diz a sua idade e quanto tempo que ele vivia daquela forma, mas nos relata que ele tinha uma legião, ou seja, muitos demônios. A palavra legião, era uma palavra bem conhecida nos tempos de Jesus, porque faz referência a uma legião romana, que era uma unidade militar que chegava a ter 6.000 soldados. Então, dessa forma, demonstra-se que aquele homem padecia na mão de muitos demônios. Outro dado que o texto nos traz, era que aquele homem era conhecido na região exatamente por viver naquela condição. 

Ele não tinha vida, era atormentado, não tinha amigos e nem parentes que o ajudassem, talvez porque tinham medo, não soubessem mais o que fazer ou porque simplesmente tivessem desistido dele. Porém, uma coisa sabemos, que quando aquele homem encontra com Jesus, sua vida é totalmente mudada.

Depois que os demônios saem daquele homem, no v. 15, diz que aquele que antes era endemoninhado agora estava assentado, vestido, em perfeito juízo. Fazendo com que o povo que tinha ido para ver o que havia acontecido temesse muito. No fim desse capítulo, vemos um diálogo interessante entre Jesus e aquele homem que agora estava são. 

Há no mínimo três pontos especiais nessa conversa: a autoridade de Jesus, a nova vida recebida e o ide. Aquele homem reconhecia a autoridade de Jesus, não só porque ele havia sido liberto, mas porque imediatamente queria estar, ir e seguir o Mestre. A vida daquele homem acabara de ser mudada, ele ganhou uma nova vida, era algo totalmente novo. 

Por fim, Jesus o comissiona ao enviá-lo a anunciar aos seus parentes tudo o que o Senhor tinha feito por ele. O texto nos diz que ele obedece a Jesus e vai. Indo vai contando a respeito de tudo o que o Senhor havia feito por ele em Decápolis.

Uma vez que temos Jesus, a nossa vida é mudada e somos comissionados a ir anunciando o evangelho. Precisamos aprender com o ex-edemoninhado geraseno que não há justificativa pra ficarmos perdendo tempo. O Senhor nos chamou para proclamar sua salvação, primeiro aos da nossa casa, a nossa parentela, e isso tem uma razão simples, as pessoas da nossa casa conhecem quem nós realmente somos, são as primeiras pessoas que podem ver as mudanças que Jesus opera em nós. Mas não para por aí, precisamos fazer o mesmo com nossos vizinhos, amigos, colegas de trabalho e até desconhecidos. 

Ou seja, o tempo é agora, a hora é já, precisamos voltar ao princípio, pois não há conversão genuína à Cristo que não passe pela mudança de vida e pelo ide.         

Pra. Flávia H. da Rosa da Silva

 
Ver mais
COMECE PELO PRINCÍPIO

Esperança

O que fazer quando tudo parece estar dando errado em nossas vidas, quando nossa paz vai embora e as tribulações parecem que irão nos tragar? Devemos exercer a verdadeira Esperança que está em Deus, e ela está intimamente ligada a Fé e a confiança em Deus.

Ver todas

Boletim -01/09/2019

Ver todas

Pedido de Oração - Metodista Central de Londrina

Faça seu pedido agora mesmo, simples rápido e fácil!